segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Você já deve ter ouvido falar em doações de orgãos, mas provávelmente não sabe realmente de como se procede a doação. A doação de um orgão pode salvar uma vida. Através do transplante de figado, rins, coração e outros orgãos, muitas pessoas têm conseguido sobreviver dignamente e obter melhores condições de vida. Para entendermos isso é necessário esclarecer alguns pontos:
1- O que é um transplante?
Um transplante, é simplesmente a transfefência de célula, tecidos ou orgãos vivos de uma pessoa para outra; com a finalidade de estabelecer uma função perdida no corpo do receptor do orgão. Para efectua-lo é necessário encontrar um doador compátivel e efetuar outros procedimentos médicos
importantes para evitar que o receptor do orgão tenha uma rejeição.

2- Quem pode ser doador?
No caso de transplantes de rins, medula óssea, fígado e tecido pulmonar pode ser um doador vivo. No caso de outros orgão vitais, obviamente que tem de ser de uma pessoa falecida mas com condições já pré-estabelecidas
para a doação dos orgãos; pois há uma série de procedimentos que devem ser seguidos para a conservação e retirada dos orgãos em tempo hábil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário